Estádio do Maracanã

O Estádio Mário Filho - Maracanã, entre 1950 e 1960, passou por sérios problemas de ordem administrativa, retardando a sua conclusão. Teve, ao longo de 10 anos, a sua estrutura exposta ao tempo, ameaçando seriamente o limite de sua segurança. Na realidade, o estádio funcionava em condições precárias, tendo em vista a falta de acabamento de todas as suas dependências.

Durante o governo de Carlos Lacerda, Emílio Ibrahim assumiu a presidência da ADEG (Administração dos Estádios da Guanabara). Com a nova missão, o presidente deu início ao trabalho com uma jovem equipe e, com bom gosto, concluiu as obras do maior estádio do mundo. Por outro lado, no campo administrativo, com a competente colaboração do Procurador do Estado, Carlos Vale, instaurou uma profunda reforma de normas, métodos e procedimentos, que asseguraram a sua eficiência operacional.

O governador Carlos Lacerda cumprimenta Emilio Ibrahim O Governador Carlos Lacerda cumprimenta o Engenheiro Emílio Ibrahim, presidente da Administração dos Estádios da Guanabara (Adeg), por ocasião de uma visita às obras de acabamento do estádio, em 1963.

Foram implantados, entre outros, os Serviços Comercial, Jurídico e de Vendas Antecipadas de Ingressos (foram criados 15 postos de vendas na região metropolitana do Rio de Janeiro).

Para a decisão do título mundial de clubes entre Santos e Milan - recorde de renda - foram colocadas, com grande sucesso, duas bilheterias móveis (kombis), em São Paulo e Santos.

Dr. Emilio Ibraim no Maracanã 1º Grande Desafio - o Presidente da ADEG, Emílio Ibrahim, recebeu o Maracanã inacabado, com diversos e sérios problemas administrativos.

Maracanã inacabado

Demolição do segundo lance da rampa em perigo que, além de nova cobertura, terá acabamento.

Maracanã

Maracanã - A conclusão das obras, a marca de um trabalho austero e o decidido apoio do saudoso Governador Carlos Lacerda transformaram o Maracanã na mais expressiva atração turística do Rio de Janeiro, com reflexos no exterior.

Dr Emílio Ibrahim e o procurador Carlos Valle

O presidente Emílio Ibrahim e o procurador do estado e ex-Secretário Estadual de Administração Carlos Valle analisando o plano de reforma administrativa do Maracanã.

Estacionamento do Maracanã Maracanã - Foi inaugurado novo parque de estacionamento dentro de um estádio do Maracanã. A capacidade do parque carioca é de 600 vagas demarcadas, podendo, porém, abrigar 750 autos. O parque foi construído pela ADEG dentro da mais moderna técnica, obedecendo às leis do tráfego e é todo sinalizado e iluminado, possuindo tabuletas indicativas para orientar os motoristas.

Grandes obras

  • Estadio do Maracana

  • Emissario Submarino Ipanema

  • Guandu

  • Agua - Sao Conrado e Barra

  • Lagoa Rodrigo de Freitas

  • Viaduto Paulo de Frontin

  • Elevado da Perimetral

  • Praias de Ipanema e Leblon

  • Nova Lapa

  • Escolas Publicas