Artigos

Chácaras-Pilotos ("Fermes-Pilotes")

Emílio Ibrahim

A Secretaria de Obras e Serviços Públicos do Estado do Rio de Janeiro, por intermédio da CERJ, executou um amplo programa de eletrificação rural em diversos municípios do Estado, visando a uma política voltada para a fixação das populações interioranas no campo, oferecendo-lhes melhores condições de vida e trabalho.

Com esse objetivo, a Secretaria de Obras visualizou a possibilidade de estabelecer o programa "Propriedade Rural Piloto", inspirado em experiência francesa, ao tomar conhecimento do Relatório de Estágio na França, elaborado pelo Eng. Natércio Pereira, presidente da CERJ.

Por meio da CEDAE, CERJ, CEG, CEHAB e FEEMA, a Secretaria de Obras criou um plano, com atuação integrada dessas empresas, propiciando, a baixo custo, a oferta de seus serviços, tais como: eletrificação rural, energia calorífica, abastecimento de água e casas populares, com planejamento abrangente, provendo assistência médica e social, bem como educação e lazer.

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento, por intermédio da EMATER - Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural - encarregou-se de projetar e implementar assistência técnica e demais atividades relacionadas com os aspectos propriamente rurais do empreendimento, orientadas para a melhora da qualidade de vida dos trabalhadores e para o aumento da produtividade agropecuária.

A Secretaria de Obras manifestou o propósito de implantar a 1a unidade do projeto "Propriedade Rural Piloto", em Colônia, 4º Distrito de São Fidélis.

À guisa de ilustração, reproduzimos abaixo dados básicos de uma monografia sobre uma Chácara-Piloto, eletrificada, de propriedade da família Bouillon, composta de 5 pessoas, sendo a propriedade situada no Departamento de "La Mayenne", na França, estável pela produção agrícola em relação à sua pequena área de 5 ha. A transformação das culturas teve início em abril de 1959 e os números comparativos, abaixo transcritos, retratam as condições da chácara em análise, em dois anos distintos, 1958 e 1960.

Reparticao Culturas

Evolucao Gado

Reserva de Alimentos

As 50 ton de silo são oriundas de uma superfície de campo de 2,2 ha e as 15 ton de feno de 1/10 do corte na mesma superfície.

Porcos

Pequenas Criações

Os melhoramentos de habitação e construção de um galpão foram realizados pelos operários especializados locais, entre os meses de julho a outubro de 1958.

  • bullet melhoramentos na habitação;
  • bullet transformação do edifício;
  • eletrificação;
  • bullet instalação de uma moto-bomba;
  • bullet aquecimento central;
  • bullet restauração de fachada.

Instalações

Construção do galpão, compreendendo:

  • bullet 1 pocilga com 7 dependências
  • bullet 1 estábulo para 5 vacas
  • bullet 1 sala de preparação de alimentos
  • bullet 1 local de estocagem de forragem
  • bullet 1 celeiro

Pessoalmente, o proprietário construiu:

  • bullet 1 plataforma de esterco
  • bullet 1 galinheiro
  • bullet 1 pocilga de criação
  • bullet 1 silo-comedor de 7,50 x 4,00 m

Equipamento Elétrico:

  • bullet Iluminação, incluindo a iluminação dos galinheiros
  • bullet pequenos aparelhos eletrodomésticos
  • bullet fogão elétrico de 4 placas
  • bullet caixa d'água quente de 150 litros
  • bullet caixas d'água mistas de 700 litros, para utilização em limpeza de resfriamento do leite
  • bullet máquina de lavar com aquecimento elétrico
  • bullet misturador de rações para os porcos
  • bullet bomba de esterco

Despesas realizadas:

Notas fiscais

Financiamento dos Trabalhos:

Financiamento do trabalho

A diferença entre as despesas realizadas e o total das Subvenções e Empréstimos representa o aporte pessoal do proprietário, no total de 12.010 NF.

Anuidades:

Anuidades

Recursos:

  • bullet salário anual do proprietários
  • bullet venda de porcos de engorda (cerca de 200 porcos/ano)
  • bullet venda de leite
  • bullet venda de ovos e galinhas

Tarifas de Eletricidade:

  • bullet Para água quente - tarifas de horas vazias
  • bullet Para o resto da instalação - tarifa doméstica a 3 blocos (7KW)

Despesas de Eletricidade:

Despesas com eletricidade

Despesas médias diárias com eletricidade: 704,38/365 = 1,92NF

É oportuno mencionar que não existem montantes fixos relativamente às subvenções e aos empréstimos. Cada caso é analisado per si. Os prazos e os juros dos empréstimos, estes sim, já estão estabelecidos "a priori", isto é, uma parte a juros de 6% aa e prazo de 9 anos, e a outra a juros de 3% aa e também a prazo de 9 anos. Esses empréstimos sao concedidos pelo Crédito Agrícola.

Grandes obras

  • Estadio do Maracana

  • Emissario Submarino Ipanema

  • Guandu

  • Lagoa Rodrigo de Freitas

  • Viaduto Paulo de Frontin

  • Elevado da Perimetral

  • Nova Lapa