Discursos, Seminários e Palestras

Inauguração das Pontes Santos Dumont e Plácido de Castro

Ponte Santos Dumont Solenidade de inauguração da Ponte Santos Dumont

Em cumprimento ao plano de obras que mereceu a integral aprovação do eminente Governador Chagas Freitas, estamos, hoje, entregando ao público da Guanabara as pontes Santos Dumont e Plácido de Castro, obras de arte que têm para todos nós um sentido positivo para o desenvolvimento desta região.

Estamos aqui, em pleno centro geográfico da cidade, contemplando uma paisagem que a natureza compôs com felicidade, dominada pela presença imponente e caprichosa do Morro da Panela.

Razões econômicas e sociais tornaram necessária a construção de duas pontes numa extensão aproximada de 1 km, para dar continuidade à Avenida Alvorada, encurtando a distância entre as praias e a população da Zona Norte e subúrbios da cidade, ficando, assim, garantido um acesso mais fácil aos 18 km de praias da Barra da Tijuca. Garante-se assim, pela execução de um projeto, cuja preocupação básica foi inserir o concreto à paisagem com harmonia e equilíbrio visual, o acesso do Estado, por meio da Secretaria de Obras Públicas, ao planejar a ocupação racional da região, com abertura de novas e amplas perspectivas objetivando acelerar a sua urbanização.

A data de hoje marca o início de uma série de outras grandes obras que o atual Governo - neste setor de sua administração - pretende realizar, como decorrência positiva de planos, já concluídos no período inicial de nossa gestão à frente da Secretaria de Obras Públicas, e que agora começam a ser executados.

Vale destacar as medidas que o Governo Chagas Freitas vem tomando, visando à implantação de uma infra-estrutura de serviços públicos compatível com a necessidade presente e a perspectiva de progresso da Barra da Tijuca.

Em relação ao fornecimento de energia elétrica, a Light iniciará ainda em 1973 a construção de uma rede subterrânea para que em 1974 esteja concluída a estrutura básica capaz de levar energia elétrica a qualquer ponto da Baixada, desde a Barra até o Recreio dos Bandeirantes.

Quanto aos trabalhos executados pela Secretaria de Obras Públicas, destaquemos as obras relativas ao abastecimento de água.

Estamos concluindo o assentamento do Tronco Alimentador de Jacarepaguá, com seus 7.000 metros de extensão e diâmetro de 700 mm, que reforçará o abastecimento deste bairro com água do Guandu. Com esta obra atenderemos à Zona Industrial de Jacarepaguá, hoje já implantada com mais de 20 indústrias não poluentes.

Com 12 km de extensão de 500 mm de diâmetro, estamos construindo o Tronco Alimentador Tijucamar, Jardim Oceânico e Centro da Barra, com conclusão prevista para julho de 1974, e que virá dar atendimento à zona de elevada densidade populacional da Barra da Tijuca.

Já está em fase de concorrência a construção da sede do distrito de esgotos de Jacarepaguá, visando a um melhor atendimento para a área, no que diz respeito à manutenção da rede e ligações domiciliares.

Iremos ampliar a capacidade de tratamento da lagoa de estabilização da Cidade de Deus e implantaremos uma estação de tratamento ao lado da Elevatória André Rocha, para um tratamento adequado às contribuições hoje existente na rede local.

A Secretaria de Obras Públicas contratou com a Finep o estudo de macro-drenagem de toda a bacia da Barra da Tijuca. Este estudo permitirá a execução de obras de vital imporância para a região, tais como regularização de cursos d'água, recuperação de áreas alagadas e definição dos contornos das lagoas.

Por meio das obras aqui descritas, vai o Governo do Estado aplicando recursos na Barra da Tijuca, dentro do equilíbrio que caracteriza a política do eminente Governador Chagas Freitas, traduzida no conceito de que as obras públicas devem ser ajustadas às reais necessidades de seus destinatários, medindo-se por sua exata utilização social.

Desejamos na oportunidade, externar os nossos cumprimentos à direção do Departamento de Estradas de Rodagem, pela dedicação demonstrada na execução do projeto e na fiscalização das obras aqui inauguradas, de Engenharia e Construções, responsável pela construção da Ponte Santos Dumont, e Embasa Engenharia e Comércio, encarregada da Ponte Plácido de Castro, cujos serviços foram executados com técnica digna dos maiores elogios.

A Sua Excelência o Senhor Governador Chagas Freitas os nossos agradecimentos, não só pela honra que nos proporciona com sua presença, como também pelo apoio que nos vem prestando, e que nos tem servido de alento e estímulo para continuar a nossa tarefa.

Discurso, em dezembro de 1973.


Grandes obras

  • Estadio do Maracana

  • Emissario Submarino Ipanema

  • Guandu

  • Agua - Sao Conrado e Barra

  • Lagoa Rodrigo de Freitas

  • Viaduto Paulo de Frontin

  • Elevado da Perimetral

  • Praias de Ipanema e Leblon

  • Nova Lapa

  • Escolas Publicas